FOTOS DOS EVENTOS

OUTROS EVENTOS

Noticias

24/12/2019

SCMP Entrega Mais de 30 Cadeiras de Rodas Motorizadas Gratuitamente

Na última semana, a Santa Casa de Misericórdia de Passos, entregou gratuitamente mais 31 cadeiras de rodas motorizadas aos pacientes necessitados. Ao concluir essa etapa como prestadora de serviços, a instituição atendeu pessoas dos 24 municípios inseridos nos serviços para pessoas com deficiência física.


 Segundo a terapeuta ocupacional responsável pela ação, Walkiria Roberta Soares, a SCMP é referência no serviço de atendimento ao deficiente físico e devido ao reconhecimento divulgado, recebe os encaminhamentos e fica responsável pela entrega dos equipamentos.


Há 15 anos, de acordo com a profissional, a instituição fornece órteses, próteses, cadeiras de rodas, cadeiras de banho e todos os outros meios de locomoção necessários. No entanto, vários critérios são avaliados antes de validar a entrega do item ao paciente, como suas condições cognitivas e motoras.


“Dessa vez, de forma especial, fizemos um mutirão para realizar os atendimentos que estavam com uma demanda reprimida. Esse é um programa do estado, que custeia esses equipamentos com verbas estaduais e federais, sendo assim, quem recebe esse produto não tem custo algum”, explicou.


Ao observar o sorriso de agradecimento estampado no rosto de cada paciente no local, a terapeuta ocupacional confessou sentir satisfação ao realizar essa distribuição. Satisfeito e esperançoso diante de sua nova cadeira de rodas, Hélio Antônio Souza, assegurou que cada veículo de locomoção representa liberdade, facilidade e independência.


“Sem essa cadeira, dependemos de muita gente porque usamos 24 horas por dia, então, agora vamos deixar de depender tanto assim. Tenho certeza que não vai mudar só a minha vida, mas a de todo mundo que depende dela e das pessoas que convivem com a gente”, disse.


Além de todas as vantagens citadas acima por Souza, o passense José Carlos Pereira, afirmou que a garantia de segurança também é um fator positivo do material fornecido. “Quando usamos o produto paliativo, como é o meu caso, ficamos um pouco inseguros, eu usava uma cadeira sem as laterais e ao andar nessas ruas e calçadas de Passos, que são tão irregulares e vergonhosas, tinha muito medo de cair, mas com essa cadeira de rodas isso não vai mais acontecer”, comemorou ao finalizar.