FOTOS DOS EVENTOS

OUTROS EVENTOS

Noticias

02/01/2020

Primeiro Bebê Nascido em 2020 na SCMP é um Menino

Enquanto muita gente comemorava a passagem de 2019 ao lado dos amigos e familiares com a canção “Adeus ano velho, feliz ano novo” como fundo musical, a moradora da cidade de Guapé, Gisele Cristina Costa Rita e seu companheiro Willian Júnior Costa escutaram os fogos de artifício e os desejos para 2020 no interior de um quarto da maternidade da Santa Casa de Misericórdia de Passos.


O nascimento do primeiro filho do casal, Kauã Lucas Costa, estava programado para o próximo dia 19, mas após recomendações médicas, os apaixonados deixaram os planos de comemoração para o Réveillon e sua cidade na tarde do dia 31 e deram entrada na instituição para iniciar o trabalho de parto. Com 37 semanas de gestação e 3840 gramas, o pequeno chegou ao mundo às 01:52 do primeiro dia da década e entrou para os registros institucionais como o primeiro nascimento do ano.


 Aos 18 anos e encantada com cada traço do seu bebê, a mãe contou que sempre sonhou ter um filho e que parto normal foi sua opção desde quando descobriu sua gestação. “Sempre preferi o parto normal e ainda que tenha sido um pouco doloroso e demorado, agora estamos tranquilos e ainda nem sei explicar o que estou sentindo”, disse.


 Recém integrante do time dos “papais babões”, o auxiliar de serviços gerais Willian contou que fez questão de acompanhar o momento do nascimento. “Quando os fogos começaram, ela estava sentindo as contrações, então escutamos tudo enquanto ele nascia. É muita emoção ver um filho nascer, nunca tinha vivido nada assim, chorei tanto que até sai da sala um pouco”, lembrou.


Quando questionado sobre a escolha do nome Kauã Lucas, o pai logo disse que a decisão foi dele, mas, em seguida, confessou que houve divergência de opiniões. “Conversamos bastante antes de definir e, como todo casal, tivemos uma discussãozinha por isso, mas no fim, escolhemos e achamos muito bonito”, disse sorrindo.


Mais nascimentos


No mesmo quarto em que Gisele e Willian estavam, Bruna Eduarda de Melo também olhava orgulhosa o seu primeiro filho, Henrique Augusto Melo Santos. Ainda que seu parto tenha sido no mesmo dia e com o mesmo procedimento que o de Gisele, o cenário é alterado quando o tempo de gestação é revelado, afinal, o pequeno veio ao mundo após 40 semanas e três dias.


Segundo a mãe, que mora em Nova Resende, se ele não nascesse no dia 01, o parto deveria acontecer logo no dia seguinte. “Foi meio sofrido sim, mas tudo valeu a pena. Dessa vez realmente posso falar que é ano novo e vida nova porque ele já é o meu maior presente de 2020”, disse.


Ao seu lado e sem saber definir o sentimento ao olhar seu primeiro neto, a mãe de Bruna, Aparecida Fátima Silva Melo, foi quem acompanhou todo o processo do nascimento. “Tive quatro filhos e todos por cesariana, nunca tinha visto um parto normal na minha vida e confesso que achei que não daria conta; mas, naquele momento, encontrei forças para mim e para passar pra ela também. Foi uma experiência única, muito emocionante e prova de que vencemos”, resumiu.


Plantão da virada


Diante de um trabalho tão humanizado como o realizado pelos colaboradores da Santa Casa de Misericórdia de Passos, toda essa magia dos primeiros nascimentos do novo ano não envolve apenas os pais e familiares. Para as enfermeiras, os médicos e toda a equipe que trabalha na noite da virada do ano, com certeza essa jornada é diferente das demais.


De acordo com a enfermeira Frederica Soares Costa, a chegada de uma nova vida sempre traz muita esperança e alegria, mas o nascer no primeiro dia do ano é ainda mais especial. “A gente fica mesmo esperando para saber quem será a primeira criança do ano, há até uma disputa interna para adivinharmos. É muito emocionante vermos como os pais ficam quando comentamos que até a imprensa deseja saber sobre o nascimento dos seus filhos”, falou.