FOTOS DOS EVENTOS

OUTROS EVENTOS

Noticias

26/05/2017

Santa Casa de Passos: Uma Das Pioneiras em Cirurgias Cardíacas

No último dia 12 de maio, a Santa Casa de Passos realizou a primeira cirurgia de Transposição de Grandes Vasos, em um recém-nascido de 25 dias de vida, da cidade de Itajubá, transferida para Passos. Segundo a equipe médica responsável pelo procedimento, essa cirurgia cardíaca, de grande porte, é denominada Cirurgia de Jatene ou Arterial Switch. Realizada somente em grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, Passos torna-se, conforme disseram, a primeira cidade do interior a praticar tal procedimento.


De acordo com o cirurgião-cardíaco, Elísio Rebouças, um dos responsáveis pelo procedimento, “ela é feita ainda no período neonatal, em crianças que tenham isoladamente ou associado a outras cardiopatias, a transposição das grandes artérias, doença em que os vasos saem dos ventrículos errados, causando assim, insuficiência cardíaca e cianose (bebê azul). Dessa forma, a cirurgia é indicada para evitar maiores problemas, pois caso a criança não a faça tem 90% de possibilidade de chegar à mortalidade no primeiro ano de vida.


Elísio explica ainda que “apesar de desenvolvida e realizada há 42 anos- (a cirurgia foi criada e desenvolvida pelo cardiologista brasileiro Adib Jatene ), ela é complexa e delicada, fazendo com que poucos hospitais brasileiros tenham a estrutura necessária para realizá-la.


“Na Santa Casa tivemos esforço, capacidade técnica e envolvimento pessoal de todos para que a operação fosse feita com sucesso. Estamos felizes e confiantes, uma vez que no momento a criança vem se recuperando muito bem”, finaliza otimista o cirurgião.


“É mais uma grande conquista de nossa instituição. Graças à tecnologia e competência de nossa equipe do Instituto Cardiovascular , chegamos novamente ao patamar de excelência. Assim, vemos a Santa Casa projetando o seu trabalho além fronteiras”, pontuou o provedor, Vivaldo Soares Neto.


A cirurgia foi realizada pelos cirurgiões-cardíacos da Santa Casa, Elísio Rebouças e Ricardo Sgarbieri.


Exame cardiovascular inédito em Minas Gerais


Na tarde do mesmo dia 12 de maio, foi realizada uma nova cirurgia na Hemodinâmica do Instituto Cardiovascular Ir. Flávio Ribeiro Campos do hospital. Trata-se do primeiro implante de monitor de eventos (looper recorder implanted) de Minas Gerais, ou seja, uma espécie de Holter (aparelho com eletrodos que detectam arritmias) com capacidade de gravação de até 4 anos e detecção multiparamétrica de arritmias, de tamanho diminuto (quase um pen drive) e capacidade incrível de detecção de arritmias derivada das tecnologias empregadas em aparelhos de marca-passo. Este pequeno dispositivo é implantado num procedimento bem simples e rápido, em que materiais especiais auxiliam na sua colocação na região torácica anterior embaixo da pele (subcutâneo). A principal indicação do exame (aparelho) é na detecção de arritmias mais raras,de periodicidade inconstante e intervalos longos (6 meses ás vezes, ou anuais) entre uma crise e outra – relata Bruno Borges Reis, arritmologista da equipe de cardiologia da Santa Casa.


Ele refere ainda que o Holter de 24h e até mesmo alguns aparelhos que chegam a ficar de 5 a 7 dias sob gravação no paciente tem limitações no que diz respeito a não ocorrer os sintomas (arritmias) durante a monitorização. Segundo profissionai responsáveis pelo equipamento da Santa Casa, até hoje no Brasil foram realizados somente dezoito implantes comuns a esse procedimento. Conforme afirmam, a tecnologia é bem inovadora, permitindo o acompanhamento constante do paciente, durante 24 horas por dia. Outro benefício é que a equipe médica pode ser avisada sobre uma eventual arritmia que o paciente apresentar, assim a terapia pode ser escolhida com antecedência reduzindo os riscos para o paciente.


“Complementando as boas noticias, o Serviço de Hemodinâmica do Instituto Cadiovascular da SCMP recebeu novamente a Certificação de Excelência, pela Agência Nacional de Saúde e pelo programa IQG/Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologista Intervencionista, certificação esta alcançada por poucos serviços como o Instituto de São Paulo”, concluiu o Coordenador do Serviço de Cardiologia da Santa Casa de Passos, Walter Alvarenga.


Participaram do procedimento o cirurgião cardíaco, Ricardo Nilson Sgarbiere, especialista em arritmia cardíaca, o cardiologista, Bruno Borges Reis, Glauco Piassi e o cardiologista e coordenador da Cardiologia da Santa Casa de Passos,Walter Alvarenga.