FOTOS DOS EVENTOS

OUTROS EVENTOS

Noticias

08/08/2018

Dia Nacional do Combate Ao Colesterol

Existem dois tipos de colesterol, o bom (HDL) e o ruim (LDL). O primeiro age retirando o colesterol ruim da circulação. Com o passar do tempo, este último se fixa nas paredes das artérias, o que pode resultar em uma obstrução pela formação de uma placa de ateroma.

Para alcançar níveis adequados de HDL, o colesterol bom, a recomendação é manter hábitos saudáveis. Assim, uma dieta saudável, controlar o peso e praticar atividade física devem ser parte da rotina.

Como os triglicerídeos podem diminuir a produção do colesterol bom, é preciso controlar também esses índices. Isso é possível evitando a ingestão excessiva de açúcares, carboidratos e bebidas alcóolicas.

A manutenção de uma vida saudável são de suma importância. Quando o paciente apresenta fatores de risco associados e colesterol elevado, as mudanças de hábitos não são suficientes A dieta com baixo consumo de gorduras saturadas e trans é responsável por somente 15% na redução do colesterol. Neste caso, o tratamento contará com a prescrição de medicamentos específicos para controle do colesterol.

O colesterol elevado não apresenta sintomas. Por isso, prevenir é o melhor caminho. A recomendação é realizar dosagens a partir dos 20 anos. Diante do diagnóstico, é necessário o acompanhamento periódico com o cardiologista. Afinal, a relação entre colesterol e doenças cardiovasculares é estreita. Caso haja a necessidade de medicação, seu uso será para toda a vida e não deverá ser suspenso.