FOTOS DOS EVENTOS

OUTROS EVENTOS

Noticias

28/11/2018

Santa Casa de Passos Realiza Campanha de Doação de Sangue

A fim de promover a conscientização sobre a importância da doação de sangue, a Santa Casa de Misericórdia de Passos promoveu na última terça-feira, 27, a campanha “O amor corre nas nossas veias”, que tem como objetivo estimular o aumento do número de doadores que contribuem para a reposição do banco de sangue do Hemonúcleo de Passos.


Durante todo o dia, o grupo de captação de doadores abordou as pessoas nas principais recepções da instituição. “O interessante é que um doador pode ajudar quatro pessoas, já que o sangue doado é dividido em diferentes componentes. É uma verdadeira corrente do bem. Para a nossa ação, utilizamos bolsas com uma mistura de groselha para imitar o sangue. A nossa intenção é chamar a atenção das pessoas para a dificuldade de se conseguir doadores” reforçou Simone Mendes, responsável pelo grupo.


No último domingo, 25, foi celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. De acordo com a Fundação Hemominas, novembro é um dos meses do ano em que é registrado baixa procura. Quem doa ajuda a abastecer os estoques dos 21 hemocentros do estado. Todos estão bem abaixo do esperado.


Simples e rápida, a coleta é feita no Hemonúcleo de Passos, de segunda a sexta-feira (exceto feriados). Para agendar sua doação, ligue para o telefone 155, opção 8.

Condições básicas para doar sangue:
- Sentir-se bem, com saúde.
- Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.
- Pesar acima de 50kg
- Ter entre 16* e 67 anos de idade.
*Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos com o consentimento formal do responsável legal, para cada doação.

Recomendação para o dia da doação:
- Nunca vá doar sangue em jejum.
- Repouso mínimo de 6 horas na noite anterior.
- Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores.
- Evitar fumar por, pelo menos, 2 horas antes da doação.
- Evitar alimentos gordurosos.

Quem não pode doar?
- Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade.
- Mulheres grávidas ou que estejam amamentando.
- Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue, como aids, hepatite, sífilis e Doença de Chagas.
- Usuários de drogas.
- Aqueles que tiveram relacionamento sexual, com múltiplos parceiros, nos últimos 12 meses.