FOTOS DOS EVENTOS

OUTROS EVENTOS

Noticias

15/04/2019

Você Sabe Cuidar Do Seu Coração?

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 17,5 milhões de pessoas morrem de doenças cardiovasculares no mundo, o que representa 31% dos óbitos. Sedentarismo, hipertensão e obesidade são alguns fatores de risco. Para entender mais sobre o assunto, o Médico Cardiologista e Diretor Técnico da Santa Casa de Misericórdia de Passos, José Ronaldo Alves, traz informações e esclarece dúvidas sobre a doença.

 

Quais as doenças, relacionadas ao coração, mais comuns aqui no Brasil? 
A mais comum é doença coronariana obstrutiva que acarreta o infarto agudo do miocárdio. Outras doenças comuns são as valvopatias mitral e aórtica, arritmias cardíacas, doença de Chagas, insuficiência cardíaca, etc.


Quais os fatores de risco dessas doenças?
Os fatores de risco modificáveis para doença cardiovasculares são a hipertensão arterial, diabetes, dislipidemia (colesterol e triglicérides), obesidade e tabagismo.


A todo instante vemos especialistas em diferentes meios de comunicação dando o alerta sobre o sedentarismo e a má alimentação. O que ainda falta para as pessoas terem mais cuidado com a própria saúde?
Penso que é necessário intensificar a atenção primária a saúde. Medidas de prevenção e promoção de saúde efetivas. Campanhas de conscientização e informação sobre as consequências da obesidade, hipertensão e os outros fatores no desenvolvimento das doenças cardiovasculares e outras. A obesidade, por exemplo, correlaciona-se com doenças cardiovasculares, neoplásicas, osteomusculares, apnéia do sono e várias outras.

 

Muita gente pensa que a hipertensão atinge apenas pessoas acima dos 40 anos. Isso é verdade ou mito?
Mito. Embora a prevalência de hipertensão arterial aumente com a idade. Ela pode ocorrer antes dos 40 anos.

 

Alguns hipertensos sabem que têm o problema e ainda assim teimam em não fazer o tratamento medicamentoso. Quais os riscos para esse tipo de paciente?
A hipertensão arterial é uma doença silenciosa nas fases iniciais, mas, os níveis pressóricos aumentados lesam os órgãos alvo: coração, cérebro, rins, retina e com o tempo as consequências aparecerão: infarto agudo miocárdio, insuficiência cardíaca, acidente vascular encefálico (derrame cerebral), insuficiência renal e possível diálise, retinopatia hipertensiva.

 

Em que situações a cirurgia cardiovascular é inevitável?
Doença coronariana obstrutiva triarterial sintomática e refratária ao tratamento clínico, nas valvopatias graves e sintomáticas, cardiopatias congênitas e outras.

 

O que é a aterosclerose? É uma doença comum?
É uma doença comum definida como acúmulo de placas de colesterol nas paredes das artérias, o que acarreta obstrução do fluxo sanguíneo. Em geral, a aterosclerose não apresenta sintomas. Mas as placas vão aumentando ao longo do tempo e na quarta década de vida já podem existir placas significativas e estas podem sofrer ruptura ou fissura e provocarem a formação de coágulos que ocluem agudamente o fluxo sanguíneo para órgãos específicos e com isso ocorre o infarto, o AVC, etc.

 

Quais as suas recomendações gerais para que a pessoa se previna contra as doenças cardiovasculares?
Praticar atividades físicas regularmente, controle do peso, não fumar, não ingerir bebidas alcoólicas em excesso, controlar a pressão arterial, a glicemia, o colesterol, o stress e ter bom sono. É importante fazer check-ups regulares, com periodicidade de acordo com a idade e orientação médica. Em saúde quem procura, previne.